LandmarketingMadiaMM

Valor, 20 anos depois

0

Em meio a maior crise das últimas décadas, a maior depois da 2ª Grande Guerra, a do Covid-19, o jornal Valor comemorou seus primeiros 20 anos de existência.

E, para tanto, imprimiu toda sua edição de sábado/domingo e segunda-feira, dias 2,3, e 4 de maio, em papel couché fosco de dupla gramatura. Mas, sem muitas comemorações. Como dizia a música de Ivan Lins por outras razões e motivos, “os tempos eram assim…”. Mais que merecia, mas, os desafios da “CoronaCrise”, mais que atrapalharam a mais que merecida comemoração. Mais, mais, mais… Menos.

Quando chegou, o principal dos jornais desse território, a Gazeta Mercantil encontrava-se agonizante. E assim seguiu durante esses 20 anos… E depois do fim da Gazeta Mercantil, sem nenhum concorrente específico. Mas com muitos concorrentes genéricos, na medida em que os principais jornais do país, todos, passaram a ter cadernos de economia e negócios. Todos, sem exceção.

Na edição comemorativa, Valor não retornou ao início, apresentou um gráfico sobre a evolução da circulação. Restringindo-se aos últimos 5 anos.

Em 2015, Valor registrou uma circulação média no impresso de 41.431 exemplares, e no digital, de 18.291. O digital, como de certa forma vem acontecendo com todas as demais plataformas de comunicação, cresceu em todos esses 5 anos.

Saltando dos 18 mil de 2015, para 24 mil em 2016, 26 mil em 2017, 57 mil em 2018, 70 mil em 2019, e neste momento, 2020, uma circulação de 81 mil exemplares…

Já no papel, no analógico, vem caindo. Dos 41 mil e 2015, para 36 mil 2016; 31 mil 2017; 30 mil 2018; 27 mil 2019; e, 25 mil neste ano de 2020.

Originalmente Valor era uma parceria entre o Grupo Globo e o Grupo Folha. No dia 13 de janeiro de 2016, os dois grupos sócios em Valor anunciam a venda da participação da Folha para O Globo.

E agora, meses atrás, em plena pandemia, e comemorando seu 20º aniversário, a diretoria de redação do jornal assim se posicionou,

“Registramos com os jornalistas isolados em suas residências e com a mesma incredulidade das pessoas em todo o mundo, essa avassaladora pandemia e suas consequências. Contamos, consternados, as mortes, as dificuldades de nosso sistema de saúde, a queda abrupta da renda das pessoas, as crises em muitas empresas cujas histórias de expansão acompanhamos, a brutal destruição de riquezas e as muitas manifestações de solidariedade. Nunca as histórias que contamos foram tão tristes em seu conjunto, mas nunca, nesses vinte anos, nosso trabalho deixou de levar informações aos leitores das mais relevantes”.

Assim, e em nosso nome, consultores da Madia, e de todos os empresários, profissionais e estudantes empreendedores do Brasil, Parabéns, Valor, pelo Valor inestimável que tem agregado às nossas vidas, empresas, conhecimento.

Ainda que não possamos neste momento, nem ajudá-lo a apagar as 20 velas, nem cortar o bolo, e nem mesmo brindarmos com uma taça de champanhe. Independente dos desafios do momento,
Mais que Valeu, Valor!

 

 

Quer receber nossa Newsletter? Preencha o formulário abaixo:

HU – A – WEI, aprendam a falar, acostumem-se com essa marca…

Post anterior

Tad, Bad, “Take Care…” IYBS – It´s Your Brand, Stupid! Ou, de como construir, manter, ou, se possível, melhorar sua marca – uma marca chamada você ‒ a distância

Próximo post