Ted às avessas

Eu não conhecia. Tomei conhecimento através da revista PE&GN do mês de junho passado. É um novo movimento. Que se denomina FuckUp Nights.

Nasceu no ano de 2012, na cidade do México onde cinco jovens marcaram um encontro para beber e conversar. Todos tinham uma ou mais histórias de… Fracasso – isso mesmo – histórias de fracasso para contar. Todos voltaram para casa aliviados e colecionando novos e relevantes aprendizados. E assim nasceu uma espécie de Ted às avessas.

FuckUp Nights (numa tradução suave e não literal, Noites do Fracasso). O Formato é semelhante ao Ted. A cada noite das FuckUp Nights 3 ou 4 depoimentos. Sete minutos e até 10 imagens para Cada Fracassado relatar seu “case de fracasso”.

Não se trata, explicam os fundadores, de exaltar o fracasso. Apenas de se aprender com os erros.

Segundo as estatísticas divulgadas pelo movimento, na América Latina 75% dos novos negócios fecham nos primeiros dois anos. Mediante licenciamento o movimento chegou ao Brasil. Neste primeiro ano, 2018, noites de fracasso acontecerão em Belo Horizonte, Florianópolis, Fortaleza, Porto Alegre, São Paulo, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Sorocaba, Joinville.

O que eu acho? Acho importantíssimo aprender-se com os erros. Muito especialmente com os erros cometidos pelas outras empresas. Em especial e melhor ainda com os erros cometidos pelos nossos concorrentes.

Mas, e em meu entendimento, existem duas dúzias de outras formas melhores para se aprender com os erros. Assim não vejo grande perspectiva para as FuckUps Nights, que não seja juntar cada vez mais um número maior de pessoas negativas, pessimistas, depressivas.

Dedicar uma noite para ouvir fracassos é um tédio. Tô fora. Vou continuar aprendendo com os erros dos outros, mas de muitas outras formas.

No fundo as Noites do Fracasso não passam de uma espécie de derivativo sadomasoquista… Em Tempo, pelos números divulgados, um baita sucesso. Fracassados se realizando chorando suas mágoas…

Hoje as tais FuckUp Nights estão presentes em 80 países, 252 cidades, 1.578 fracassos já relatados para 189 mil participantes…

Mesmo assim, reitero, tô fora. Mas se você gosta e curte uma fossa…

 

 

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo: