Tecnologia

Softbank vai oferecer curso em inteligência artificial

0

O SoftBank quer ajudar a qualificar os desenvolvedores da América Latina numa área crítica para o futuro das startups: a inteligência artificial.

O fundo – que assumiu protagonismo no ecossistema de venture capital do Brasil ao lançar se Latin America Fund no ano passado – está lançando um programa para treinar fundadores e funcionários em AI e ciência de dados chamado Data Science for All (“DS4A”).

O curso começa em 6 de março, terá 300 vagas e vai ser ministrado em inglês todas as sextas e sábados ao longo de 11 semanas. vai estar disponível a funcionários das investidas do SoftBank e a candidatos com background em ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

O SoftBank está subsidiando o custo de montagem do curso, que ainda assim vai custar US$ 5 mil por aluno – mas as investidas do fundo vão bancar os funcionários que forem aceitos. Quem não trabalha terá a opção de pagar somente quando conseguir emprego na área. o SoftBank também vai oferecer bolsas aos primeiros lugares no processos de qualificação.

O programa foi desenhado pela Correlation One, uma empresa de treinamento em ciência de dados, e vai ser liderado por um professor titular de Harvard e assistentes do MIT e Stanford. O programa também é apoiado por parceiros como a Microsoft, iNNoulsa Colombia e Laboratório do BID.

A plataforma vai promover uma maior adoção da IA na região e o conteúdo está aplicável ao dia a dia das empresas, com estudos de caso e projetos do mundo real com um impacto mensurável no desempenho operacional das empresas participantes.

Além de ajudar o ecossistema, o SoftBank está resolvendo um problema prático.

A Correnlation One estima que o Brasil poderia aumentar seu PIB em US$ 430 bilhões até 2035 se o uso da inteligência artificial fosse mais difundido no país, já que a tecnologia tem um impacto direto na produtividade.

O programa será baseado em Sāo Paulo, com salas de aula remotas em Bogotá, Buenos Aires e na Cidade do México. Um programa semelhante já treinou 300 pessoas na Colômbia. Laura Gaviria Halaby, responsável pelas parcerias do Softbank na América Latina, disse que o curso deve ser a primeira de diversas iniciativas do SoftBank envolvendo educação e desenhadas para fomentar o uso de inteligência artificial no ecossistema.

Desde que anunciou seu Latin America Fund em março de 2019, o Softbank já fez aportes em 16 empresas e quatro fundos. O fundo espera investir US$ 5 bilhões na região ao longo de cinco anos. Os candidatos ao curso podem se inscrever aqui.

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

No Spotify, audiência de podcasts cresce 200%

Post anterior

Receita da Amazon salta nas vendas de Natal e lucro aumenta

Próximo post