Redbull lança websérie sobre a relação de artistas com a cidade de SP

Em comemoração aos 465 anos de São Paulo, Red Bull estreia “O Lugar Que Chamamos de Caos”, com personagens que passaram pelo Red Bull Station e deixam suas contribuições pela cidade

A nova websérie da Red Bull, chamada “O Lugar Que Chamamos de Caos”, reúne artistas, criativos e empreendedores que passaram pelo Red Bull Station recentemente a fim de celebrar o aniversário de 465 anos de nossa megalópole, comemorado no próximo dia 25 de janeiro. Um artista plástico, uma dupla de makers, uma dançarina e um rapper –personagens que representam um pouco do potencial efervescente de São Paulo– vão revelar como a maior cidade do país, o local em que escolheram viver, é fonte de inspiração para seus projetos e suas vidas.

O capítulo de estreia raz o skatista e fotógrafo Flávio Samelo comentando o desafio de refinar seu olhar para conseguir cliques inusitados num espaço tão diverso como São Paulo. Confira abaixo:

No segundo episódio, cuja estreia será em 15/01 também no YouTube, a dupla do MudaLab, que já ofereceu cursos gratuitos no makerspace do Red Bull Basement (dentro do Red Bull Station), conta como usa tecnologia e educação para propor mudanças sociais. Em 22/01, a coreógrafa e dançarina Bella Fernandes revela por que é apaixonada por Sampa, que é “a cara do hip-hop e da cultura urbana”, como ela mesma diz. E, no último episódio, a ser lançado em 24/01, véspera do aniversário, o rapper paulistano Kamau conta um pouco da sua história com a megalópole, estritamente ligada à sua carreira de sucesso na música.

Websérie
“O Lugar Que Chamamos de Caos”

Episódios:
Dia 15/01 – estreia da websérie com o artista plástico, fotógrafo e skatista Flávio Samelo
Dia 17/01 – episódio com a dupla Gui e Lara, do MudaLab
Dia 22/01 – capítulo com a dançarina e coreógrafa Bella Fernandes
Dia 24/01 – episódio final com o rapper Kamau

 

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo: