Ocitocina, o hormônio do sucesso

Primeiro, uma consulta a wikipedia: “Ocitocina ou oxitocinona é um hormônio produzido pelo hipotálamo e armazenado na p90-hipófise posterior (Neurohipófise) tendo como função: promover as contrações musculares uterinas; reduzir o sangramento durante o parto; estimular a libertação do leite materno; desenvolver apego e empatia entre pessoas; produzir parte do prazer do orgasmo; e modular a sensibilidade ao medo (do desconhecido).”

Agora vamos dar um pulinho até a Califórnia. Paul Zak dirige o centro de neurociência da Universidade de Claremont, na Califórnia. Vem dedicando muitos de seus anos e parcela expressiva de seu tempo via neurociência procurando decifrar o comportamento das pessoas nas empresas.

Em suas investigações concluiu uma espécie de decorrência ou consequência positiva de um ambiente de confiança. O mesmo que descobriu o Google no Projeto Aristóteles e depois de 10 anos de pesquisa. E o mesmo que vem implementando o indiano que hoje comanda com extraordinário sucesso a Microsoft, Satya Nadella.

Nas empresas onde prevalece a confiança entre todos os seus colaboradores existe um estímulo natural a produção de Ocitocina: o hormônio que faz as pessoas mais empáticas, colaborativas e predispostas compartilhar metas e somar esforços.

Todas as suas descobertas e constatações, até agora, fazem parte de seu livro Trust Factor: The Science of Creating High Performance Companies. Sem tradução nem publicação no Brasil, mas acessível através da Amazon Brasil pelo valor de R$ 74,81, e R$ 40,61 no Kindle.

Em entrevista para Exame, Paul Zak descreveu algumas de suas descobertas:

“Com níveis mais altos de Ocitocina no cérebro, as pessoas ficam mais empáticas e dispostas a ajudar os outros, o que tende a aumentar a colaboração e a produtividade no trabalho. Num estudo realizado com 300 grandes empresas nos Estados Unidos, identificamos que as empresas que evoluíram para um patamar elevado de confiança aumentaram a receita gerada por empregado em US$ 10 mil por ano. Se você multiplicar esses 10 mil por empresas com 5 mil colaboradores, estamos falando de uma receita adicional por ano de US$ 50 milhões. Apenas aumentado a Ocitocina, sem nenhuma outra mudança ou investimento…”.

Segundo Paul Zak, e depois de muitas pesquisas, nas empresas onde existe uma Cultura de Confiança, que aqui no MadiaMundoMarketing traduzimos como Accountability 360 –Cultura de Confiança em todos os Sentidos, Direções e Públicos Decorrente da Capacidade de Revelar-se o que Verdadeiramente Empresas e Pessoas são através das Diferentes Plataformas e Pontos de Contato–.

Zak constatou 74% a menos de estresses, 50% a mais de produtividade, 76% mais de engajamento, e 56% a mais de satisfação com o próprio trabalho.

Atenção, e repetindo a receita:

“Nas empresas onde prevalece a confiança entre todos os seus colaboradores existe um estímulo natural a produção de Ocitocina: o hormônio que faz as pessoas mais empáticas, colaborativas e predispostas a compartilhar metas e somar esforços.

Faça isso. Agora, já, ontem! Clima de confiança = ocitocina. Ou, em economês, Mais, com o Mesmo.

Muito Mais!