O fim da DM9, uma das agências mais conceituadas do país

Com o encerramento da DM9, a Sunset passará a se chamar SunsetDDB. A companhia vai herdar os clientes que ainda eram atendidos pela DM9, como Perdigão (marca da gigante BRF) e Johnson & Johnson, e também parte da equipe da DM9DDB

Fundada pelo Duda Mendonça em 1975 e adquirida em 1989 por Nizan e Guga Valente, a DM9 se tornou a primeira agência a conquistar o título de marca publicitária do ano no Cannes Lions International Festival of Creativity. Associou-se à DDB, tornando-se DM9DDB em 1997. Em 2000, concluiu a venda da DM9 à rede internacional DDB Worldwide. Posteriormente a DM9DDB foi fundida pela Omnicom com a Sunset sob o nome SunsetDDB.

De acordo com a Meio & Mensagem, três agências brasileiras já ultrapassaram a barreira dos mais de cem Leões conquistados na história do Festival Internacional de Criatividade de Cannes. A líder do ranking, AlmapBBDO, somou 229 troféus em 45 anos. A Ogilvy & Mather conquistou 138 Leões desde 1981, portando em 36 edições; e a DM9DDB ganhou 129 prêmios desde 1993, o que inclui 24 festivais.

SunsetDDB

A nova SunsetDDB ainda não tem endereço definido. Guto Cappio, presidente da Sunset e futuro CEO da nova operação, terá os próximos três meses para, junto às lideranças do Omnicom e do Grupo ABC, definir se os times da agência ficarão alocados no atual prédio ocupado pela Sunset ou no endereço em que ainda funcionam as operações da DM9. O que está garantido, segundo o executivo, é que as principais lideranças (vice-presidentes e diretores) das duas operações seguem no time. Em entrevista ao Meio & Mensagem, Cappio disse: “Não iremos mexer em ninguém. Queremos somar e não fazer cortes”.

Apesar da intenção de preservar as pessoas dos dois times, a nova operação terá apenas um líder geral. Marcio Oliveira, que no final do ano passado foi convidado a assumir o comando da DM9, não seguirá na SunsetDDB. “O Márcio é um profissional excepcional, mas o grupo acabou optando por me manter na liderança”, conta o executivo.

A Sunset ficará responsável por praticamente todas as contas que estavam na carteira da DM9: Baby Johnson, Sempre Livre, Carefree, Sundown e Aveeno, Vigor, OLX, Walmart e McDonald’s.

Nas redes sociais, grandes nomes do mercado lamentaram o fim da agência. André Kassu, sócio e CCO da Crispin Porter + Bogusky Brasil, relatou com tristeza o fim da agência em um post publicado em sua conta no Twitter:

Vinicius Reis também lamentou e lembrou que a agência foi sua base na propaganda:

“Você sempre será a maior escola da minha vida”, disse Sergio Gordilho, copresidente da Africa, em seu Instagram.

Fim da marca DM9

“Uma agencia é feita de pessoas, que constroem uma cultura forte. A cultura criativa da DM9 é o maior ativo que a agencia tem. Uma cultura de trabalhos fortes, de ser agressiva na disputa por prêmios, de ter uma habilidade sem igual para o varejo….essa é a cultura que quero permear dentro da Sunset. Sou admirador da cultura da DM9, desde quando ela foi adquirida pelo Nizan (Guanaes) e pelo Guga (Valente) e quero preservá-la entre meus colaboradores, fazendo com que ela seja cultuada e permanece viva dentro da companhia. Serei um defensor da cultura da DM9 dentro da nova companhia para construir algo grande e bacana, continuando a ser uma das agencias mais premiadas do mundo. Internacionalmente, aliás, continuaremos sendo DDB Brazil nas participações em Cannes e outros festivais. Optar pela marca Sunset e não pela DM9 foi uma decisão difícil, pela lembrança e força de marca gigantesca que a DM9 tem. Mas, ainda assim, acreditamos em algo apontado para o futuro e acho que a Sunset representa isso. Apostamos que a marca SunsetDDB, em pouco tempo, irá carregar a mesma força e prestigio que a marca DM9 tem. É uma espécie de passagem de bastão de uma marca para outra, em que a Sunset passa a carregar esse legado criativo, com a responsabilidade de construir um novo caminho no mercado”, destacou Cappio em entrevista ao Meio & Mensagem.

 

Confira abaixo algumas campanhas feitas pela DM9DDB:

Parmalat – Mamíferos:

Vivo – O sonho de Anderson Silva:

Brastemp – O dia em que um sorriso parou São Paulo:

 

 

 

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo: