NegócioPolítica

Governo de SP e Airbnb anunciam parceria para alavancar turismo pós-pandemia

0

O Governo de São Paulo e o Airbnb anunciaram um acordo para alavancar a retomada do setor de turismo pós-pandemia. O estado é o primeiro parceiro da empresa na América Latina em uma iniciativa global, ao lado de regiões dos Estados Unidos, França, Dinamarca, África do Sul e Coreia do Sul.

A parceria prevê colaboração em áreas como inteligência de mercado, para o compartilhamento de informações relacionadas ao turismo no estado, e ações para promover destinos do estado por meios digitais.

Segundo Vinicius Lummertz, secretário de Turismo do Estado de São Paulo, “O Airbnb está comprometido em dotar São Paulo de produtos de hospedagem seguros e com soluções inovadoras. É importante que o produto turístico paulista esteja disponível da forma mais ampla e variada possível”.

O Airbnb informou a decisão alegando que São Paulo é um dos principais mercados da empresa no país e, em um contexto em que viagens domésticas, especialmente as feitas de carro, serão a tendência inicial na retomada, a plataforma vai contribuir muito para apresentar, inclusive aos paulistas, novas opções dentro do estado.

“Oferecemos a possibilidade de um turismo autêntico e conectado às comunidades, que valoriza a cultura local e movimenta a economia das cidades. Esse aspecto ganha ainda mais relevância no contexto de recuperação pós-pandemia”, diz Flávia Matos, diretora de relações institucionais e governamentais do Airbnb para a América Latina.

Protocolos de higienização

O estado de São Paulo estabeleceu novos protocolos de higienização de estabelecimentos ligados ao turismo para a retomada das viagens.Em abril, o Airbnb já havia anunciado seu Programa Avançado de Limpeza, que é global e inclui o primeiro protocolo padronizado e abrangente de higienização no setor de compartilhamento de acomodações. Esse protocolo foi desenvolvido com orientação de autoridades sanitárias internacionais, como o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), dos Estados Unidos, e de especialistas em hospitalidade e higiene médica.

A parceria com o governo paulista contempla ainda debates online periódicos com líderes da indústria de turismo sobre tendências de viagem pós-pandemia, sustentabilidade e inovação no setor.

O turismo movimentou R$ 240,9 bilhões no Brasil em 2019, segundo dados da CNC (Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo). Só o Estado de São Paulo representou R$ 96,9 bilhões, ou 40,2% de todo o faturamento das empresas do setor no país.

 

 

Quer receber nossa Newsletter? Preencha o formulário abaixo:

YouTube anuncia investimento de US$100 milhões em criadores e artistas negros

Post anterior

Alemanha diz que aplicativo de monitoramento de coronavírus está pronto

Próximo post