NegócioTecnologia

Com foco em empresas e trabalho, LinkedIn estreia sua versão dos Stories no Brasil

0

Depois de revelar discretamente os planos no fim de fevereiro, o LinkedIn nesta terça (14) inaugurou a sua versão dos Stories, de olho no potencial da ferramenta para o que define como “contexto profissional”. Batizado com um simples LinkedIn Stories, a ferramenta por enquanto é exclusiva dos brasileiros e reaproveita as utilidades básicas do conceito por trás da seção, incluindo a postagem de fotos e vídeos de até 20 segundos.

Disponível no aplicativo da plataforma para o iOS e o Android, o Stories do LinkedIn pode ser utilizado tanto por empresas quanto por usuários e no momento permite apenas que se acrescente textos e figurinhas pré-estabelecidas às publicações. Embora os conteúdos mantenham o padrão de exibição por 24 horas, a rede social restringiu as respostas por seguidores às conexões de primeiro grau, que poderão deixar mensagens no InMail – o que por sua vez cria o único link da seção com a versão do LinkedIn para o desktop, dado que a caixa de mensagens pode ser visualizada no computador. No mais, as funções são as mesmas, incluindo a possibilidade do usuário reportar terceiros, apagar e baixar os próprios stories.

No anúncio da ferramenta na rede social, o editor chefe da plataforma Rafael Kato escreve que o LinkedIn Stories será uma forma dos usuários nutrirem sua rede de conexões e seguidores “de uma maneira descontraída e casual”, além de poderem compartilhar insights sobre negócios e tendências em suas áreas de atuação. No caso das empresas, o LinkedIn escreve na divulgação que a seção “oferece um jeito mais autêntico para marcas dividirem as novidades e momentos do dia a dia de suas operações”, mantendo seu público informando e compartilhando o que acha vital a seu negócio.

Assim como o Twitter com o Fleets, o LinkedIn justifica a decisão de testar a nova ferramenta no Brasil devido ao alto uso dos brasileiros, com Kato chegando a afirmar que o país é o terceiro maior produtor de conteúdo em vídeo da rede social e fornece 40 milhões de usuários. “O LinkedIn Stories é uma maneira para dar e receber ajuda nas nossas comunidades profissionais. Isso é hoje mais importante do que nunca.” escreve o executivo.

De acordo com a empresa, o LinkedIn Stories ficará disponível a todas as contas brasileiras nas próximas semanas e só poderá ser acessados por estas.

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

Quem disse, Berenice? Lança rede de apoio para maquiadores autônomos

Post anterior

Coca-Cola cria fundo para comunidades de baixa renda e catadores de resíduos

Próximo post