Coca-Cola ocupa 5ª posição das marcas globais mais valiosas de 2019

Apple (# 1), Google (# 2) e Amazon (# 3) se mantêm nas três primeiras posições e Facebook sai do top 10, caindo de 9ª para 14ª colocação 

A Coca-Cola está no top 5 das marcas globais mais valiosa. Na 5ª posição, a marca possui o valor de US$ 63.365 milhões. O ranking é elaborado anualmente pela Interbrand, também conhecido como Best Global Brands. Novidades nesta nova edição, o Uber estreia na 87ª posição (US$5.714 milhões) e o LinkedIn em 98º lugar (US$ 4.836 milhões).

As três marcas globais mais valiosas permaneceram as mesmas. A Apple na primeira posição com um crescimento de 9% (US$ 234.241 milhões), Google com mais 8% (US$ 167.713 milhões) e Amazon com um incremento de 24% (US$ 125.263 milhões). Apple e Google mantiveram nas duas primeiras posições pelo sétimo ano consecutivo.

O restante do top 10 inclui:

  • Microsoft na 4ª posição (US$ 108.847 milhões)
  • Coca-Cola na 5ª (US$63.365 milhões)
  • Samsung na 6ª (US$ 61.098 milhões)
  • Toyota na 7ª (US$56.246 milhões)
  • Mercedes-Benz na 8ª (US$ 50.832 milhões)
  • McDonald’s na 9ª (US$ 45.362 milhões)
  • Disney na 10ª (US$ 44.352)

De acordo com o Interbrand Marcas Globais Mais Valiosas 2019, o Facebook caiu cinco posições, da 9ª colocação em 2018 para 14ª este ano. O Facebook entrou pela primeira vez no ranking Interbrand Marcas Globais Mais Valiosas em 2012 na 69ª posição, com um crescimento constante nos cinco anos seguintes. No seu auge em 2017, o Facebook ficou em 8° lugar com um valor de marca de US$ 48.188 milhões.

A 20ª edição do ranking elaborada pela consultoria global de branding apresenta uma série de relatórios individuais que se aprofundam nos setores de viagens, varejo e luxo, tecnologia, mídia, automotivo e serviços financeiros. Dentre estes setores, luxo foi o que apresentou a maior valorização, passando de US$105.783 milhões para US$ 117.785 milhões, um crescimento de 11%.

Das 100 marcas em destaque, 26 tiveram um crescimento percentual de dois dígitos. A Mastercard foi a marca líder em crescimento, subindo 8 posições e ficando no 62º lugar, com um incremento de 25% no valor da marca (US$ 9.430 milhões) seguida pela Salesforce, que cresceu 24%, ocupando a 70º posição com um valor de US$8.004 milhões. A Dell retorna à 63ª posição, após seis anos de ausência, com um valor de US$ 9.086 milhões.

O valor total do portfólio das 100 principais marcas é de US$ 2.130.929 milhões, um incremento de 5,7% em relação ao ano passado. O valor do ranking em 2018 foi de US$ 2.015.312 milhões.

“Estamos vivendo uma era de enorme abundância de escolhas e, após 20 anos do lançamento do nosso primeiro ranking global, fica claro perceber que os consumidores estão cada vez mais bem informados, mais conectados e muito mais exigentes por escolhas que façam sentido com seu estilo de vida. Mudanças incrementais não são mais suficientes para garantir longevidade e o ranking deixa evidente o quanto a necessidade de transformar seus consumidores em participantes ativos no dia a dia do seu negócio é crucial para conectar desejo com utilidade, o que no final das contas, gera valores extraordinários, aquilo que identificamos como Movimentos Icônicos”, afirma Beto Almeida, CEO da Interbrand no Brasil.

 

 

Quer receber nossa Newsletter? Preencha o formulário abaixo: