Cacau Show inaugura megastore com foco na experiência do consumidor

Há pelo menos dois séculos, o cacau passou a ser plantado no sul da Bahia por um sistema conhecido como cabruca. Os agricultores, na época, conseguiram criar uma forma de plantio sem impacto de desmatamento na vegetação nativa da Mata Atlântica, importante bioma brasileiro que compõe a região.

Na cabruca, as próprias folhas das árvores e espécies arbóreas originais rondam os cacaueiros e mantêm a umidade e luminosidade corretas para o cultivo. Todo esse sistema de plantio, que mudou a percepção dos produtores de cacau sobre a importância ambiental, está representado na nova loja da Cacau Show no MorumbiShopping, que marca a comemoração dos 30 anos da marca.

Créditos/fotos: Douglas Luccena

O espaço de 450 metros quadrados tem como conceito reforçar a expertise da marca em relação à produção de chocolate e faz isso por meio de contextualizações espalhadas pelo local para contar a história e o processo de fabricação do cacau. “É um novo posicionamento de loja focado em oferecer ao consumidor uma experiência completa com a marca. A nova mega store possui mobiliário e decoração que refletem a nossa paixão pelo que fazemos e, claro, um conceito muito forte de boutique. Essa loja marca também a nossa entrada em centros comerciais premium”, conta Alexandre Costa, fundador e presidente da Cacau Show.

 

Guardas-chuvas, samambaias e formas de cozinha

Ao entrar na nova Cacau Show, o consumidor vê ao seu lado direito uma parede forrada por formas de bombom utilizadas na produção desse tipo de chocolate, que têm agora outro destino que não o do descarte, como geralmente é feito pelas fábricas. Samambaias penduradas, ao lado dos guarda-chuvas, criam o universo da cabruca: as plantas representando as árvores da Mata Atlântica e os guarda-chuvas aludindo à sombra, que, segundo os produtores, é essencial para a fertilidade do cacaueiro.

A cultura do chocolate mistura-se a tecnologias que dão rapidez no ponto de venda. Na cafeteria, em que reuniões corporativas acontecem em meio ao cheiro doce do chocolate e à energia transmitida pelo aroma do café, dois totens de autoatendimento são alternativas ao balcão. Assim, a experiência aumenta com a possibilidade de poder escolher e pagar pelos produtos com o toque dos dedos, diminuindo as filas no atendimento.

A cafeteria é um destaque na mega store da Cacau Show. Sorvetes, milk-shakes e outras sobremesas chamativas são novidades, que não têm em outras lojas, exceto na sede da Cacau Show, em Itapevi. Todas elas foram elaboradas por um chocolatier contratado pela varejista.

 

Apelo artesanal

Ao lado do preparo das bebidas, um grande letreiro diz, em inglês: “Bean to Bar” (“do grão à barra de chocolate”). O conceito significa o processo de fazer chocolates artesanalmente, movimento impulsionado, também, pelo mercado de cervejas e queijos artesanais. Embaixo do letreiro, há uma máquina usada na fábrica da Cacau Show responsável por revestir as amêndoas com chocolate, em uma técnica chamada de “drageamento”.

Cada momento da loja conversa com os produtos que estão em grandes prateleiras, com iluminação indireta, dando aspecto de modernidade e conforto. Por fim, dois espaços se diferenciam de lojas da Cacau Show em termos de experiência.

 

Do laboratório ao playground

Há um lugar destinado para as crianças, onde estão dispostos bichinhos de pelúcia e fantoches da marca. Do lado, um miniteatro completa o ambiente para apresentações infantis. Aos fundos da loja, a novidade é o que a Cacau Show chama de “Lab”, espaço que será usado para aulas e workshops promovidos por um chocolatier.

Colocar a prática dentro do ambiente da loja revela uma das tendências do varejo físico, que torna a loja um destino para o consumidor por se diferenciar de outras marcas do mesmo segmento e, também, coloca o cliente em contato direto com o produto e de como a empresa vê o chocolate. “Na mega store, demos liberdade para o cliente vivenciar a marca em diversos espaços. No Lab, por exemplo, nossos consumidores podem temperar chocolates e aprender um pouco mais sobre nossos produtos colocando a mão na massa”, explica o fundador da Cacau Show.

Como uma das 152 lojas próprias, a nova mega store do MorumbiShopping pretende cumprir o papel de modelo de gestão e promoção da marca Cacau Show aos quase 2.000 franqueados da rede. Com a nova loja, a Cacau Show prevê crescimento de aproximadamente 25% em 2018, em relação ao faturamento de 3,3 bilhões de 2017.

O espaço de 450 metros quadrados tem como conceito reforçar a expertise da marca em relação à produção de chocolate e faz isso por meio de contextualizações espalhadas pelo local para contar a história e o processo de fabricação do cacau. “É um novo posicionamento de loja focado em oferecer ao consumidor uma experiência completa com a marca. A nova mega store possui mobiliário e decoração que refletem a nossa paixão pelo que fazemos e, claro, um conceito muito forte de boutique. Essa loja marca também a nossa entrada em centros comerciais premium”, conta Alexandre Costa, fundador e presidente da Cacau Show.

 

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo: