LandmarketingMadiaMM

Até o cafezinho…

0

Daqui a alguns anos, espero que o mais rápido possível, um dos fatos que melhor caracterizará a crise conjuntural que vivemos há mais de 5 anos, é que os cortes chegaram até o … Cafezinho.

Anos atrás, no tempo de inflação desmesurada e galopante, numa das vezes atribuiu-se a elevação excepcional de um mês para outro, ao chuchu.

No início deste ano, antes do Covid-19, a Kantar, empresa que metrifica comportamentos e consumo, registrou uma queda significativa no consumo de cafezinho.

Em quantidade de pessoas e em quantidade de cafezinhos.

O número que melhor traduz esse comportamento são as 610.177 xícaras de cafezinho vendidas a menos, a cada dia, apenas no Estado de São Paulo.

Mas o arrocho não se restringiu ao cafezinho. Famílias deixaram de comer fora, outras reduziram-se a uma única refeição melhor por dia, e pessoas nos restaurantes a quilo diminuíram o peso e quantidade que comem… E por aí vai. Repetimos, antes do Covid-19…

Ou seja, amigos, quando essa crise conjuntural se for, e conseguirmos um balanço completo de como mudamos nosso comportamento, só então teremos consciência da devastação que gestões corruptas e incompetentes são capazes de produzir. Mas, aí, veio o Covid-19…

Uma razão a mais para lutarmos por uma reforma no Sistema Político, e que nos possibilite participar mais através de todas as conquistas e possibilidades da tecnologia, e agirmos de forma mais rápida e eficazmente, diante de eventuais e novos erros que voltemos a cometer em todas as próximas escolhas de governantes.

Mais que na hora, de resgatar as milhões de xícaras de cafezinho que deixamos de tomar, e o melhor exercício e sentido de democracia.

Que definitivamente não tem nada a ver, com o sistema de democracia que prevalece em nosso país. Democracia é uma só. As formas de vivê-la e exercê-la são muitas. Hoje, a que prevalece em nosso país, é, de longe, a pior de todas.

Mais que na hora de revermos nosso sistema político. Tudo isso, antes do Covid-19. Agora, então…

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

OMO apresenta nova linha de desinfetantes para cuidado completo da casa

Post anterior

O discreto cutucão de um ex-sócio

Próximo post