Apple Card começa a ser distribuído

A princípio, o Apple Card estará disponível apenas para clientes do Estados Unidos

1 semana após Tim Cook, CEO da Apple anunciar a boa nova durante a apresentação do balanço financeiro do último período fiscal, a gigante vai iniciar a distribuição do Apple Card. Um número limitado de clientes que se registraram no site da Apple já podem pedir o seu Apple Card via aplicativo Wallet.

No final de agosto, o cartão estará disponível para clientes nas versões digital e física — é preciso que as lojas tenham suporte para o aplicativo de pagamentos da empresa, o Apple Pay —, mas por enquanto, a distribuição acontecerá somente nos Estados Unidos.

Além de servir para pagamentos e compras, o novo cartão oferece informações úteis sobre os hábitos de consumo do usuário através de um mecanismo inteligente que gera uma espécie de mapa de calor de suas categorias de gastos. A cor do cartão muda na tela do iPhone e se mistura de acordo com o que é comprado. Por exemplo, gastar muito em restaurantes torna o cartão laranja, enquanto consumir entretenimento faz com que ele fique entre laranja e rosa.

Vantagens

O Apple Card não cobrará anuidade nem tarifas para atrasos de pagamento ou por limite ultrapassado, somente se o valor pago for menor do que o total da fatura. A empresa já anunciou que não coletará dados sobre onde nem o que foi comprado ou quanto foi gasto.

Como funciona o Apple Card

O novo cartão foi criado em parceria com o banco estadunidense Goldman Sachs e a MasterCard. Os usuários terão um retorno financeiro de 3% sobre os valores gastos na Apple Store, 2% para compras que usem o aplicativo de pagamento da empresa e 1% no restante das transações. Os valores que voltarem para o consumidor via esse sistema, chamado de “Daily Cash”, estarão disponíveis na carteira digital do smartphone e poderão ser usados em pagamentos futuros ou como dinheiro via transferência bancária.

Via: TecMundo

 

 

Quer receber nossa Newsletter? Preencha o formulário abaixo: