AiCriatividadeInovaçãoTendência

Ambev expande iniciativas sustentáveis

0

Com a ajuda de parceiros como ValGroup, Ancat e UFRJ, companhia pretende acabar com a poluição plástica de suas embalagens até 2025

Atualmente, 18% de todo o líquido produzido pela Cervejaria Ambev é envasado em embalagens plásticas, pois além de suas marcas de cerveja, a companhia possui um portfólio de refrigerantes que utiliza esse material como matéria prima para as suas embalagens, como o Guaraná Antárctica e Pepsi. Entretanto, a Ambev pretende acabar com a poluição plástica de suas embalagens até 2025.

Para alcançar esse objetivo, a empresa tomará medidas e criará inovações com a ajuda de parceiros como a ValGroup, produtora e recicladora de embalagens plásticas, Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ancat) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Essas medidas contarão com três frentes: Eliminação e substituição de plástico desnecessário; utilização de embalagens retornáveis ou conteúdo 100% reciclado na composição de novas embalagens; e investimento em inovação e tecnologias para circularidade, reciclagem e novos materiais.

Inovação envasada

Ações como investimento em pesquisa & desenvolvimento, substituição de matérias-primas, logística reversa, fomento à reciclagem e eliminação de plástico de algumas embalagens, que já estão sendo realizadas pela Ambev e parceiros por meio de sua plataforma de sustentabilidade, serão expandidas e aprimoradas, de acordo com a companhia.

Em 2012, a Ambev desenvolveu uma PET 100% reciclada que já é utilizada em 61% das garrafas de Guaraná Antárctica — e 37% da produção total de garrafas da companhia já conta com o material reciclado. Em 2018, iniciou uma parceria com a UFRJ para o desenvolvimento de novas tecnologias em embalagens e, no passado, a empresa mudou a embalagem da água AMA para latas de alumínio.

A cervejaria também investe em iniciativas de logística reversa como o Reciclar pelo Brasil, programa em parceria com outras 11 empresas, dentre elas a Coca-Cola, com o objetivo de fomentar os investimentos em cooperativas de catadores no País. Além disso, a Ambev tem um programa global para encontrar empreendedores e startups com soluções inovadoras para acabar ou amenizar os socioambientais, a Aceleradora100+.

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

Champions LiGay realiza ação com a camiseta 24 contra a homofobia no futebol

Post anterior

Brasil cai em ranking mundial de turismo

Próximo post