Criada pela BETC/Havas, campanha apresenta curativo vermelho como condecoração àqueles que salvam vidas, além de ressaltar a importância da doação (fotos: divulgação)

Na última quarta-feira (14), a capital de São Paulo amanheceu com sete esculturas com curativos vermelhos em seus braços. Na noite do mesmo dia, jogadores do Corinthians e do Santos entraram em campo pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol com o mesmo curativo. Isso porque a Fundação Pró-Sangue, maior banco distribuidor do Estado de São Paulo, aproveitou o Dia Mundial do Doador de Sangue para homenagear aqueles que salvam vidas.

As intervenções fazem parte da campanha “Eu Dou o Sangue: Quem Dá o Sangue Merece ser Reconhecido”, criada pela agência BETC/Havas, visando perpetuar o curativo adesivo vermelho como o maior ícone da doação de sangue, além da construção de uma cultura que valorize quem doa.

“Não existe um símbolo oficial para o ato de doar. Muitas vezes, ao nos ver com um curativo no braço, as pessoas nos perguntam se fomos ao laboratório fazer exames. É muito importante reconhecer os doadores de sangue, pois eles salvam milhões de vida. Esse novo curativo é uma espécie de condecoração, uma homenagem, um convite a novos doadores e também um sinal de gratidão”, comenta Gal Barradas, sócia e co-CEO da BETC/Havas, nova agência da Fundação.

A partir de agora, todos as pessoas que fizerem uma doação nos postos da Pró-Sangue receberão o curativo vermelho, que foi doado pela BETC/Havas. Ao longo desse projeto serão distribuídas pelo menos 50 mil “condecorações” aos doadores da Fundação. “Por meio da nova campanha, a Pró-Sangue espera dar grande visibilidade à doação voluntária de sangue. No Brasil, grande parte da população ainda não se sensibilizou à causa. Apenas 1,9% das pessoas doa sangue, sendo que o índice preconizado pela Organização Mundial da Saúde é de 3 a 5%. Sem dúvida, há uma longa jornada para que esse solidário gesto se torne um hábito na vida dos brasileiros. Essa é a nossa aposta no curativo vermelho”, assinala Susana Lambert, diretora da Fundação Pró-Sangue.

Entre os monumentos, cedidos pelo DPH – Departamento do Patrimônio Histórico da Prefeitura de São Paulo, as estátuas de Manoel Borba Gato (Santo Amaro), Bartolomeu Bueno da Silva, o Anhangüera (em frente ao Masp), Cristóvão Colombo (Praça Panamericana), Pedro Alvares Cabral (Parque do Ibirapuera), Padre José de Anchieta (Praça da Sé), Augusto de Prima Porta (Largo do Arouche) e a obra O Semeador (Praça Apecatu) receberam o curativo da ação durante todo o dia 14.

Na quarta-feira à noite, o time do Corinthians entrou em sua arena, em jogo contra o Cruzeiro pelo Brasileirão, também com o novo ícone da Fundação Pró-Sangue em apoio à causa. Na Vila Belmiro, foi a vez dos jogadores do Santos se apresentarem para a partida com o curativo nos braços. Em ambos os estádios as torcidas ajudaram a dar mais visibilidade à causa. Na casa do Timão, o Sangue Corinthiano estendeu faixas com o tema da campanha, sendo que na casa do Peixe a tarefa ficou a cargo dos team leaders santistas. Na Arena Corinthians, o vídeo da campanha também foi exibido durante o intervalo dos jogos, objetivando conscientizar todos os presentes sobre a importância de “dar o sangue”.

Completam a campanha anúncios de mídia, em parceria com veículos de comunicação – em inserções pro bono -, bem como a participação de celebridades que ampliarão o projeto na redes sociais com a #EuDouOSangue. Durante todo o mês do Dia Mundial do Doador de Sangue, o paulistano que estiver no trânsito entre 6h e 22h ainda poderá ver nos painéis dos relógios de rua, instalados pela JCDecaux, a hashtag da campanha #EuDouOSangue, bem como a posição dos estoques em situação mais crítica da Pró-Sangue. No total, serão mil painéis em dupla face (totalizando 2 mil intervenções) dando visibilidade à causa.

fundação pró-sangue campanha doação sangue curativo vermelho intervenção monumentos agência BETC/Havas

News

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

[contact-form-7 id=”163591″ title=”Formulário fim dos posts”]

Comentário

Comentário

Redação
A Redação é responsável pela curadoria de todo conteúdo veiculado no Portal Inteligemcia.