Histórias reais e filme com coreografia artística ilustram a campanha criada pela AlmapBBDO para apresentar a fragrância (foto: divulgação)

O Boticário acredita que cada um é livre para fazer as suas escolhas e ser quem quiser. E se as pessoas querem cada vez menos rótulos, O Boticário resolveu trazer de volta um grande sucesso dos anos 90, a fragrância Insensatez e mostrar que os rótulos também não precisam estar na perfumaria. Sem gênero, ela foi criada para agradar a todos. Para apresentar esse conceito, a campanha criada pela AlmapBBDO convida as pessoas a libertarem sua essência e acreditarem na beleza de ser quem elas são.

A campanha que apresenta a novidade começa contando duas histórias reais de pessoas que conseguiram se libertar de rótulos e viver quem elas realmente são. Elas são contadas por dois filmes, disponíveis nas redes sociais de O Boticário. Um deles protagonizado por Aline, 30 anos, que foi maquinista em uma plataforma marítima e, a certa altura, decidiu reverter de forma positiva os comentários que ouvia sobre ser uma mulher bonita atuando em um ofício tido como pouco feminino, tornando-se modelo. O outro centra na trajetória de Wesley, 20 anos, que persistiu em seu objetivo de ser bailarino, enfrentando os julgamentos alheios.

Aline e Wesley ilustram também as campanhas impressas de Insensatez. O ilustrador britânico Joe Cruz assina as peças, desenhando sobre a imagem do rosto dos dois protagonistas elementos que representam as conquistas dessas pessoas.

Para convidar as pessoas a libertarem sua essência e a acreditarem na beleza de serem quem realmente são, a AlmapBBDO criou, ainda, um filme que mostra a coreografia de performance artística – um homem e uma mulher – que estão em um galpão, em um ambiente à meia luz. Eles usam figurinos minimalistas e monocromáticos, com estilos feminino e masculino bem definidos. À medida que a dança avança, os dois personagens vão se despindo de seus adereços – a mulher tira a peruca e deixa revelar o cabelo curto, enquanto o homem mostra os cabelos longos, após retirar o chapéu, por exemplo. A coreografia segue e eles passam a trocar os acessórios, mostrando que não há barreira para a expressão de cada um. No final da dança, a voz em off avisa: “Insensato é não ser você. Insensatez. Para ele e para ela”. O filme tem versão de 30 segundos, para TV por assinatura, e 60 segundos, para internet.

News

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

[contact-form-7 id=”163591″ title=”Formulário fim dos posts”]

Comentário

Comentário

Redação
A Redação é responsável pela curadoria de todo conteúdo veiculado no Portal Inteligemcia.