Marca convida moradores de comunidade na Amazônia para decorar a castanheira com seu próprio artesanato e cria minidocumentário (foto: divulgação)

O Natal brasileiro é feito de misturas. Cada casa vive o seu, com tradições, ritmos e sabores próprios, porque é da natureza do brasileiro fazer diferente. Neste Natal, a Natura reinterpretou os tradicionais signos natalinos de uma forma bem brasileira em sua campanha para celebrar a data, que teve como primeiro movimento o filme “Natais do Brasil”.

E poucos signos são tão representativos desta comemoração quanto a árvore de Natal. Já parou pra pensar por que usamos pinheiros se a biodiversidade brasileira é tão diversa? Se podemos usar jabuticabeiras, castanheiras, pitangueiras, açaizeiros, árvores tão ricas no formato quanto em seus frutos?

No seu novo filme, “Castanheira de Natal”, que estreou nesta quarta-feira (06) nos canais digitais, a Natura foi até o coração da Amazônia celebrar a data com uma comunidade com quem tem profunda ligação, Iratapuru, fornecedora do óleo de castanha usado em produtos da linha Ekos desde 2003.

Os moradores foram convidados a transformar uma castanheira, árvore símbolo do local e principal fonte de renda da comunidade, em uma verdadeira árvore desses Natais do Brasil. Para a decoração dessa árvore, que enfeitará a comunidade até o dia 06 de janeiro, foram usadas luzes e artesanato feito com materiais naturais.

Considerada a rainha da floresta, a castanheira é uma das árvores mais altas, antigas e belas da Amazônia, intimamente ligada à cultura das populações tradicionais locais.

“Levar essa celebração para essa comunidade foi a forma de agradecermos a esses grandes parceiros, que contribuem para manter a floresta em pé e preservar essas árvores tão importantes para a biodiversidade brasileira, em uma época em que todos buscamos celebrar conquistas juntos. Buscamos sempre valorizar as nossas tradições, nossos ícones, que no fim traduzem do que somos feitos, a nossa essência tão brasileira e diversa”, afirma a vice-presidente de Marketing, Inovação e Sustentabilidade da Natura, Andrea Alvares.

“Conhecer a comunidade de Iratapuru, que vive das gigantes castanheiras da Amazônia, foi uma experiência única. É lindo o orgulho e a ansiedade que sentem quando chega a época de partir rumo aos castanhais.  O cuidado com que extraem as castanhas é um aprendizado que passa de pai para filho. Juntos, enfeitamos esse símbolo tão importante para a comunidade transformando-o numa verdadeira árvore de Natal do Brasil. A primeira de muitas a celebrar. Afinal, por que usamos pinheiros na decoração de Natal se a biodiversidade brasileira é tão vasta e rica?”, complementa Renata El Dib, diretora de criação da Africa.

Assista:

News

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

Comentário

Comentário

Redação
A Redação é responsável pela curadoria de todo conteúdo veiculado no Portal Inteligemcia.