ritaa

Fearless Girl”, a menina de peito estufado encarando o touro de Wall Street em Nova York representando a luta feminina pela igualdade de direitos, chegou e saiu do Cannes Lions 2017 como uma das campanhas do ano. O festival é considerado o maior e mais importante para a criatividade na área de comunicação.

A “menina sem medo” não foi a campanha com maior número de Leões – troféus entregues no festival – apesar de ter ganhado quatro Grand Prix, que é o prêmio máximo, em diferentes categorias: PR, Outdoor, Glass, que valoriza ideias com capacidade de transformação social e nasceu focada nas questões femininas, e Titanium, uma das categorias mais disputadas que, este ano, além do GP, deu apenas outros 3 troféus para campanhas do mundo todo. E todos para campanhas dos Estados Unidos. 

“Foi unanimidade”, contou o presidente do júri de Titanium, o CCO global da Ogilvy NY, Tham Khai Meng, sobre Fearless Girl. “É um trabalho que você olha e muda seu jeito de pensar. Que transcende tudo o que temos feito em publicidade. Uma mensagem permanente, diferente de muitos dos nossos trabalhos que morrem no dia seguinte”, disse. Questionado se a estátua não deveria estar num museu, Khai lembrou que onde ela está é mais acessível ao público de todo o mundo. De fato, virou ponto turístico. Eu mesma já passei algumas vezes por ela, e ouvi amigos que passaram também, e é quase impossível fazer uma foto sem multidão por perto. Eu diria que é como tentar ser clicado na Times Square sem gente ao lado. A minha (foto) só consegui porque passei num dia relativamente frio e tarde da noite. E ainda assim tive que pedir licença pra poder tirar assim, só eu e ela.  

rita durigan

A estátua ‘Fearless Girl’ e a jornalista Rita Durigan

Khai, como é conhecido, lembrou que Fearless Girl vai além da luta feminina. “É uma mensagem contra todo o tipo de medo e precisamos muito de ideias assim.”

Outra ideia destacada pelos jurados de Titanium, inclusive o brasileiro do grupo ABC, Nizan Guanaes, foi The Refugee Nation. A campanha saiu como uma das mais premiadas do festival, ganhando 1 dos 4 Titaniuns, além do GP for Good, prêmio máximo para ideias pelo bem, mais 7 Ouros, 4 Pratas e 5 Bronzes. “É uma campanha incrível e o mundo precisa de mais trabalhos assim”, disse Nizan. Criada pela Ogilvy NY para a Anistia Internacional, o trabalho é praticamente feito por brasileiros. São 28 no total. Sete na criação da agência, além das equipes das produtoras que trabalharam para o projeto: Asteroide Filmes, do sócio e diretor Guilherme Pau y Biglia e do diretor executivo Diogo Ruiz; SquarePixel Filmes, dos sócios Raphael Dias (diretor de cena), Gabriel Nogueira (produtor executivo), Aramis Barros (diretor de fotografia) e Daniel Lins (diretor executivo); da Canja Audio e Culture, e da Pimenta Print. 

Boost your voice”, que ajudou a ampliar o engajamento dos americanos nas eleições dos Estados Unidos através das lojas da Boost Mobile, também ganhou Titanium, além de 2 Grand Prix, em Integrated e em Promo, 2 Ouros e 2 Pratas. A campanha é da 180LA de Santa Monica, com direção criativa dos Executive Creative Directors Rafael Rizuto e Eduardo Marques. 

O quarto Titanium, também dos EUA, foi para “My Mutant Brain”, da MJZ Los Angeles e Black Frame NY para Kenzo Perfumes. Um filme sem apelo social, feito para vender uma marca famosa, mas que quebra um estilo muito próprio e, digamos, certinho, de fazer propaganda de perfumes. Um non-sense até que necessário.  

News

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

[contact-form-7 id=”163591″ title=”Formulário fim dos posts”]

Comentário

Comentário

Rita Durigan
Rita Elisa Durigan é jornalista especializada em comunicação e mora em NY.