A revolução dos bichos conta a história de animais em uma fazenda que se rebelam contra seu dono, expulsando-o de suas terras e tomando posse de tudo.

Assim como a ideia inicial existente no comunismo, os animais têm direitos iguais. Todos trabalham, todos recebem alimento e todos são felizes. Porém, os organizadores da rebelião, os porcos, tornam-se líderes. No começo, dois porcos ditam as regras da fazenda dos animais, Napoleão e Bola de Neve.

Criam regras, mandamentos que devem ser seguidos por todos, mas com o passar do tempo, os porcos percebem que podem viver melhor. Eles, por serem mais inteligentes, querem mais que os outros, melhor moradia, melhor comida e menos trabalho.

E conforme percebem que querem as coisas, eles mudam a seu bel-prazer (vontade própria) as regras que eles mesmos haviam instituído.

Em certa altura da história as lideranças se chocam, Napoleão dá um jeito de por Bola de Neve para correr. Logo Bola de Neve é considerado um grande traidor e os animais da fazenda dos bichos acreditam em tudo. Mas, aqueles que acham tudo muito suspeito têm seus pensamentos abafados pela maioria.

Enfim, depois de muitas distorções neste “governo de porcos”, o povo foi aos poucos morrendo e esquecendo a batalha do início, dos princípios que os levaram a expulsar o homem da fazenda. Tinham um líder, trabalhavam mais do que antes, comiam menos e nada mais lembravam para trazer à tona uma nova rebelião.

Este livro está disponível nas principais livrarias do mundo, foi recomendado pela revista Time como um dos 100 melhores livros da língua inglesa. Vale lembrar que o livro tem poucas páginas e pode ser lido em dois dias facilmente.

News

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

[contact-form-7 id=”163591″ title=”Formulário fim dos posts”]

Comentário

Comentário

Redação
A Redação é responsável pela curadoria de todo conteúdo veiculado no Portal Inteligemcia.