ritaa

Hoje, 30 de maio, é Memorial Day. Uma das mais respeitadas e celebradas datas nos Estados Unidos. Na verdade, há algum tempo passou-se a celebrar o Memorial Day na última segunda-feira de Maio, garantindo assim um final de semana prolongado de feriado.

Neste dia os americanos lembram e honram as pessoas que morreram servindo a pátria. Famílias desses heróis de guerra são homenageadas. O presidente se pronuncia oficialmente. Bandeiras americanas são vistas por toda a parte. Uma das tradições é que voluntários coloquem as bandeiras nos túmulos.

Mesmo em uma cidade que abriga tantos imigrantes, onde fala-se tantas línguas e o turismo é pulsante e ininterrupto como Nova York, a sensação é de que há um sentimento geral de reconhecimento por essas pessoas.

Sem dúvida, uma data que reforça o patriotismo americano. A dedicação de servir o país até a última consequência. Nesses quatro anos de Memorial Day morando nos Estados Unidos, sempre me lembro de um trecho do nosso Hino Brasileiro da Independência: “ou ficar a Pátria livre ou morrer pelo Brasil”. Pois é, é isso! Há uma adoração e reconhecimento por aqui que tornam essas pessoas heróis e heroínas de todos. E isso, além de gratidão, também é marketing.

Aliás, a data, o final de semana de três dias, as programações que incluem viagens – muitas vezes para destinos nos Estados Unidos mesmo – também marca o início do verão por aqui. É quando abrem as áreas de lazer outdoor da maioria dos edifícios, como piscinas e churrasqueiras. Como não amar um dia assim, depois de tantos meses de frio e atividades indoor? Entende o que estou chamando de marketing? É praticamente um final de semana inteiro de Brand Experience.

Mesmo quando o dia não está assim, tão com cara de verão, como ontem aqui em NY, as pessoas entram no mood e aproveitam muito. As ruas estavam cheias. Ok, estamos falando da Nova York e sempre tudo está cheio. Mas era clima de verão, com guarda-chuva e roupa de “quase” inverno. As filas nos museus eram imensas. Muita gente nas ruas e nas lojas da 5ª avenida.

E as bandeiras, todas lá. Por toda parte. A marca dos Estados Unidos lembrando e sendo lembrada a todo instante.

News

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

[contact-form-7 id=”163591″ title=”Formulário fim dos posts”]

Comentário

Comentário

Rita Durigan
Rita Elisa Durigan é jornalista especializada em comunicação e mora em NY.