A Apple é a verdadeira campeã da Copa do Mundo 2018

A Apple não patrocinou a Copa do Mundo 2018, mas sem sombra de dúvidas, foi o maior destaque entre as marcas. O evento mais assistido do mundo é palco para disputas entre as principais patrocinadoras e na edição deste ano, a FIFA estima lucrar cerca de 1.6 bilhões de dólares em patrocínios, segundo o Quartz. Nadando contra a maré, a Apple decidiu agir de maneira sutil e aparentemente, eficaz: usou os jogadores das seleções para usar seus produtos.

O grande trunfo da marca, e o que a fez ganhar tanto destaque na Copa da Rússia foi a maneira que usou para passar pelo sistema rigoroso de blindagem da FIFA, que é contra esse tipo de marketing de guerrilha (quando uma marca paga aos jogadores para usar seus produtos antes ou durante os jogos — sem precisar desembolsar milhões para ser uma das patrocinadoras do evento).

Os Airpods, produto usado por diversos jogadores, possuem um formato muito característico da Apple, e além de discretos e não possuírem o logo da marca, podem ser facilmente reconhecidos por quem os vê, ou seja, a FIFA não poderia ir contra a Apple.

Confira abaixo alguns dos jogadores:

Javier Hernandez, da seleção mexicana | AP Photo (Pavel Golovkin)

Julian Draxler, da seleção alemã | (Reuters (Sergei Karpukhin)

Só que os produtos da Apple são tão distintos que é muito difícil confundi-los com outros — principalmente falando de AirPods. Apesar de não ter nenhuma marca da Maçã aparecendo, basta bater o olho nessas miniaturas de secadores de cabelo penduradas nas orelhas alheias para saber que se trata de um produto Apple.

 

António Alberto, da seleção portuguesa | AP Photo (Pavel Golovkin)

 

Neymar, da seleção brasileira | AP Photo (Andre Penner)

Assim como os Airpods, os fones da Beats, que também são comuns entre os jogadores também foram comprados pela Apple. Nem mesmo com fitas usadas para cobrir o logo, os chamativos fones chamaram a atenção. E ironicamente, esconder o logo no acessório acaba até gerando curiosidade nos torcedores e internautas, o que aumenta a exposição de marca:

Romelu Lukaku, da seleção belga | Reuters (Tatyana Makeyev)

Antes mesmo do final da Copa do Mundo, já temos uma campeã.

 

 

 

Quer receber nossa newsletter? Preencha o formulário abaixo:

Comentário

Comentário